Código: MOD-11

Objetivo:

Fornecer fundamentos teóricos e práticos para que profissionais, estudantes e pessoas, que trabalham ou queiram trabalhar com a saúde do trabalhador e de seus familiares, possam identificar e investigar quais experiências traumáticas não resolvidas na matriz familiar estão sendo reeditadas e reencenadas na matriz institucional, gerando prejuízos à saúde emocional e mental do empregado.

Público Alvo:

Profissionais, estudantes e pessoas que trabalham ou queiram trabalhar com a saúde do trabalhador e de suas famílias ou casamentos, nos diversos contextos relacionais: consultórios, escolas, comunidades, empresas, instituições públicas, privadas e religiosas.

Metodologia Sistêmica Breve:

- Integração de fundamentos teóricos e atividades práticas com uma forma de desenvolver competências individuais na busca de soluções para os conflitos  familiares, conjugais e individuais
- Aprendizagem por meio de trocas de experiências significativas compartilhadas, de forma investigativa, desafiadora e colaborativa
- Aprendizagem baseada na solução de problemas
- Aulas presenciais e a distância fundamentadas em uma comunicação audiovisual eficaz
- Técnicas e ferramentas que privilegiam a reconstrução da memória afetiva dos alunos
- Exercícios vivenciais que contribuem para uma formação de memória de longo prazo
- Supervisão clínica
- Vídeos com atendimentos clínicos de famílias, casais e indivíduos que tratam sobre a saúde do trabalhador e as consequências do adoecimento na qualidade de vida familiar, conjugal, pessoal e profissional
- Vídeos científicos

Conteúdo Programático:

- Pensamento sistêmico
- Teoria da cibernética
- A família como um sistema interrelacional
- Família e empresas: dois sistemas que se retroalimentam
- Hipóteses relacionais sistêmicas na família e nas empresas
- Método Sistêmico/Vincular aplicado a famílias e empresas
- Missão familiar e missão institucional
- Matriz familiar e matriz Institucional
- Entrelaçamento das três matrizes: identidade, familiar e institucional
- Genograma familiar e a intersecção com organograma (fluxograma) da empresa
- Modelo de entrevista familiar/instituição
- Modus operandi da família e da empresa; padrões emocionais/funcionais
- Padrões emocionais repetitivos (adaptativo, reativo e criativo), na família e na empresa
- Escala do grau de imaturidade emocional na família, interferindo na atuação profissional (graus de intensidade)
- Escolas: Palo Alto, Sistemas Familiares de Bowen
- Metodologia Sistêmica/Cibernética a ser utilizada para desvelar os sintomas patológicos do funcionário relacionados às dinâmicas familiares e institucionais
- Técnicas e ferramentas utilizadas para melhoria da saúde física e mental do funcionário na convivência familiar e profissional
- Exercícios vivenciais: dramatização de atendimento simulado de um funcionário que apresenta sintomas de doenças relacionadas ao trabalho
- Vídeos de atendimentos clínicos da família e do funcionário com doenças relacionadas ao trabalho
- Supervisão clínica e de casos

Seminários temáticos: doenças autoimunes e psicossomáticas; distúrbios mentais/emocionais; dependência química; coodependência afetiva; enfermagem e família; casamento e espiritualidade; esclarecimentos e distinção entre o nexo-causal e a doenças relacionadas ao trabalho e o nexo-epidemiológico, dentre outros temas.

Resultados:

Pretende-se que a integração dos fundamentos teóricos e práticos da terapia familiar possa contribuir para a melhoria da qualidade e a eficácia do trabalho terapêutico com famílias, casais e indivíduos que adoeceram por causa da sua relação com o trabalho.

Diferenciais:

Adesão de metodologias proativas

- Aprendizagem por meio de atividades, de forma investigativa , desafiadora e colaborativa
- Aprendizagem baseada na solução de problemas
- O professor como facilitador para selecionar as experiências significativas dos participantes, auxiliando e contribuindo para a resolução dos problemas propostos
- O aluno é o protagonista do seu processo de ensino-aprendizagem
- Corpo do docente altamente especializado com vasta experiência no atendimento clínico de pacientes que adoeceram por causa de sua relação com o trabalho
- Metodologia Sistêmico-Cibernética como uma ferramenta criativa e eficaz no trabalho de atendimento clínico de famílias, casais e indivíduos que adoeceram por causa de sua relação com o trabalho

Data de Início: A abertura de cada módulo está relacionada à existência de um quórum mínimo de 8 pessoas.

Horário: 8h30 às 17h30 (mensais)

Carga Horária: 72 horas/aula (48 horas/aula presenciais e 24 horas/aula a distância)

Duração: 1 Módulo por semestre (6 encontros, sendo 1 por mês). Módulos independentes (não precisa cursá-los na sequência, mas pelos temas de seu interesse)

Local: Rua Loefgren nº 528 – Vila Clementino – Próximo do Metrô Santa Cruz – São Paulo/SP

Investimento: Consulte-nos sobre o valor do curso

Informações: Tel.: (11) 5084-4749 / Cel.: (11) 9 9276-1327 (WhatsApp) ou através do e-mail: sebastiao.souza@familiacomvida.com.br - sebastiao.souza@vinculovida.com.br.

Certificação: Certificado pela escola Família com Vida e Vinculovida.

Observação: Profissionais formados pela Escola Vinculovida terão desconto de 10%.